quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Como detectar vazamentos de água nas bacias sanitárias.

Os vazamentos existentes nas bacias sanitárias, devido a problemas nas válvulas ou nas caixas de descarga, são um dos principais fatores de desperdício de água nas residências. Aprenda a detectá-los e economize.

Detectando vazamentos nas bacias sanitárias, visíveis e não-visíveis.
by Roberto M.
Evitar desperdícios de água é uma das coisas mais importantes da atualidade. Todo mundo sabe que a água doce está cada vez mais escassa no planeta e que devemos cuidar, muito, para que ela não desapareça.
O fato é que temos de economizar água, se não pela consciência ecológica, pelo menos para zelar um pouco mais pelo dinheiro do nosso bolso.
As bacias sanitárias são, frequentemente, apontadas como as responsáveis pelo maior índice de consumo de água das residências.
 
Existem estudos que mostram que esse índice varia entre 35% e 40% do total gasto em cada moradia.
Muito já tem sido feito para se diminuir o volume nominal das descargas, que já chegou a ser de 12 litros e hoje já está por volta de 5 a 6 litros. As caixas acopladas vieram colaborar, significativamente,  nessa racionalização.

Entretanto, o desperdício com vazamentos nas bacias sanitárias ainda é um dos maiores vilões do quesito “jogar água fora sem necessidade”.
Os vazamentos das bacias sanitárias podem ocorrer de duas maneira: ou eles são visíveis, ou eles são não-visíveis.

DETECTANDO VAZAMENTOS VISÍVEIS

Para vazamentos visíveis, não temos muito o que falar. Basta dar uma olhadinha naquela poço de água existente no fundo da bacia, que daqui para a frente vou chamar de “fecho hídrico”.
Se, nesta vistoria, notarmos que existem ondas e movimentos na água do fecho hídrico, mesmo após 10 ou 15 minutos da última descarga, o vazamento é visível e muita água está indo para o esgoto sem necessidade (e dinheiro também).

DETECTANDO VAZAMENTOS NÃO-VISÍVEIS

Acontece, que muitas das vezes, não conseguimos ver um vazamento. Ele não é tão nítido, mas a água está indo embora. No fim do mês a conta falará alto.
Temos de aprender a verificar se uma bacia sanitária está vazando ou não, mesmo que aparentemente não esteja.
Veja algumas maneiras de se fazer essa verificação.

1 - Jogue cinza de cigarro ou um corante na bacia sanitária e observe.
A cinza ou o corante devem ficar depositados no fundo do vaso, bem quietinhos, depois de alguns minutos. Caso isso não ocorra, ou seja, se eles ficarem se movimentando na água do fecho hídrico, deve existir algum vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

Detectando vazamento da bacia sanitária com cinza de cigarro ou corante.


2 – Se a bacia sanitária for com caixa acoplada, coloque algum corante forte na caixa acoplada. Espere de 15 a 20 minutos e observe o interior da bacia; se a água do fecho hídrico aparecer colorida, é sinal de vazamento na caixa acoplada.

Detectando vazamento da bacia sanitária colocando-se corante na caixa acoplada.


3 – Para detectar vazamentos não-visíveis nas bacias sanitárias, pode-se adotar esse procedimento: seque bem, com papel higiênico, as paredes internas da bacia. Em seguida, trace uma linha, com uma caneta marca-texto de cor contrastante à cor da louça, em toda a volta interna da bacia e cerca de 10 cm abaixo da argola (aquele local onde ficam os furinhos por onde sai a água da descarga). Espere de um a dois minutos e observe. Se existirem vazamentos, eles vão sair de alguns dos furinhos da argola em direção ao fecho hídrico e “limparão”, por onde passarem, a linha previamente marcada com a caneta marca-texto.

Detectando vazamento de bacia sanitária com risco de caneta marca-texto.


OBSERVAÇÕES

1 – É bom salientar que deve existir um tempo mínimo entre o acionamento da descarga e a realização de algum dos testes de vazamento. Isso, para não confundir vazamento com eventual retardo de escoamento. O ideal é esperar pelo menos meia hora.

2 – Após a descarga, em uma bacia sanitária com válvula de descarga, o escoamento em suas paredes deve ser interrompido, no máximo, em cinco minutos. Caso isso não ocorra, é sinal de vazamento.

3 – No caso de bacia sanitária com caixa de descarga ou acoplada, a reposição do fecho hídrico ocorre durante o enchimento da caixa. Desta forma, se após esse período ainda houver escoamento de água pelas paredes da bacia, é sinal de vazamento.

ELIMINAÇÃO DOS VAZAMENTOS DAS BACIAS SANITÁRIAS

Detectado o vazamento, é necessário eliminá-lo. Certamente ele é devido, ou a problemas na válvula, ou a problemas na caixa de descarga (ou acoplada).
Quando a descarga da bacia sanitária é acionada através de válvula, o vazamento será extinto com a regulagem e troca de reparos. Veja como fazer isso lendo o artigo “Válvula de descarga. Como consertar e trocar o reparo”.

Comporta ou flapper de uma caixa acoplada de bacia sanitária.

Quando a bacia sanitária for composta por caixa acoplada ou caixa de descarga, normalmente o problema está nos obturadores de fluxo de água da caixa, denominados comportas ou flappers. Com o tempo, essas peças de borracha vão se desgastando e perdem o poder de estancar a água por completo, sendo necessária sua substituição. Às vezes, o problema do vazamento pode estar na boia da caixa que, por estar em uma posição errada deixa a água “fugir pelo ladrão”. Uma simples regulagem da boia resolverá o problema.

Artigos Recomendados:

Um comentário:

  1. Valeu... Me identifico depois... Tem água vazando...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...