quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Uso de energia no lar. Plano para economizar energia na casa inteira.

Com um pouco de reflexão e planejamento, você pode implementar várias medidas, sem custo ou com custo baixo, que irão salvar muito dinheiro do seu orçamento

Aprenda a economizar energia e a poupar dinheiro com isso.
by Roberto M.
Como você se comporta, no dia a dia, em relação ao uso da água, do gás e da energia elétrica? Você é um economizador excepcional ou um perdulário (gastador) incorrigível? Existem alguns procedimentos rápidos e fáceis, que você e sua família podem adotar, para tornar sua casa mais eficiente em termos de energia. São coisas pouco dispendiosas para serem executadas que, ao mesmo tempo, poderão trazer muito economia e melhorar sua qualidade de vida.

Normalmente, esbanjamos dinheiro sem perceber. É um pouquinho aqui, outro pouquinho ali que, no longo prazo, se torna um valor significativo. Não damos valor porque a “sangria” é lenta e, por isso, quase imperceptível.

Em primeiro lugar, faça um teste para descobrir seu grau de “economia” ou “perdulariedade”. Esta lista de inspeção irá ajudá-lo a identificar os “buracos” em seu orçamento para que você possa começar a poupar.

Depois, vou dar algumas sugestões, inclusive, dando uma ordem de grandeza dos valores monetários envolvidos, para que se possa reduzir os desperdícios.
Em princípio, é até difícil acreditar que podemos estar jogando tanto dinheiro fora. Mas, se você tomar as providências corretas e fizer uma contabilidade minuciosa, comparando os gastos anteriores com posteriores, verá que o lucro é de admirar.

TESTE SEU COMPORTAMENTO ENERGÉTICO

1 – Você tem um aquecedor central a gás ou elétrico com um termostato manual? Este termostato está sempre regulado na mesma posição? Você nunca diminui a regulagem, mesmo quando o clima está mais quente? Você prefere aumentar a agua fria no misturador do que diminuir a regulagem do gás ou da eletricidade?

Regular o aquecedor central de acordo com a temperatura externa.

2 - Você tem um chuveiro elétrico. Ele está sempre regulado para a temperatura máxima? Mesmo nos dias quentes, você não coloca a temperatura no “morno”? Você prefere abrir mais a torneira, aumentando o fluxo de água, para diminuir a temperatura?
3 – Você tem um aparelho de ar condicionado em casa. A manutenção do aparelho só é feita na eventualidade dele se quebrar? A climatização fica ligada mesmo se não houver ninguém dentro do ambiente? Os filtros são limpos ou substituídos periodicamente? São feitos testes de eficiência energética do aparelho?
4 – Existem torneiras pingando na sua casa? Elas já estão pingando há algum tempo e você não a consertou?
5 – Seus banhos são sempre muito quentes e demorados. O fluxo de água do seu chuveiro ou ducha é muito alto?
6 – Sua máquina de lavar roupas está sempre definida para lavar com água quente? Você sempre se programa para utilizar a carga completa da máquina ou costuma lavar poucas peças de cada vez?
7 – Você só descongela e limpa seu freezer ou geladeira quando eles estiverem entupidos de gelo? Você já verificou o estado das guarnições de borracha nas portas da geladeira? Será que não está havendo vazamentos? O seu refrigerador é muito antigo e não tem nenhuma eficiência energética?
8 – Você acende uma luz e não a apaga mais, mesmo que seja dentro do armário? Você nunca apaga a luz quando sai da sala? Suas lâmpadas ainda são incandescentes?

Apagar a luz quando sair do ambiente.

Bem agora que já fez um exame de consciência, vamos ver algumas medidas que podem ajudar, não só na diminuição dos gastos, mas também para a preservação do meio ambiente e da ecologia.

SUGESTÕES PARA ECONOMIZAR ENERGIA E ÁGUA

1 – Na média, você pode economizar cerca de R$ 100,00 por ano e por sala, simplesmente, apagando as luzes quando sair do ambiente. E isto sem nenhum custo inicial para você. Considerando o cálculo para cinco quartos, por exemplo, a economia anual pode chegar a R$ 500,00.
2 – Você poderá instalar chaves temporizadoras nas lâmpadas dos ambientes que costuma esquecer de apagar. Elas desligarão a luz por você. Só que aqui haverá um custo inicial. Cada temporizador pode custar cerca de R$ 100,00.
3 – Reparar as vedações de todas as torneiras que estejam pingando. Você fará uma grande economia de água. Se a torneira pingando, então, for de água quente, a economia será maior, pois além da água, você gastará menos energia elétrica (ou gás). Sua economia poderá chegar a R$ 100,00 ou R$ 200,00 anuais, sem nenhum custo inicial.

Concertar as torneiras que estejam pingando.

4 – Troque suas lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas. Se você trocar uma lâmpada incandescente de 100 w por uma fluorescente de 20 w, a eficiência luminosa será praticamente a mesma e a economia energética será significativa. Fazendo isso, com um custo inicial de cerca de R$ 20,00 por lâmpada compacta, a economia de energia poderá chegar, na média, a R$ 40,00 por ano. Isso para cada lâmpada trocada. Faça as contas para todas as lâmpadas da casa e anime-se. Sem contar, que hoje já existem outras opções de lâmpadas ainda mais eficientes (lâmpadas de LED, por exemplo).

Substituir as lâmpadas incandescentes por outras mais eficientes.

5 – Confira se sua bacia sanitária não está com vazamento. Uma válvula de descarga desregulada desperdiça muito mais água do que uma torneira pingando. Troque o reparo da válvula. Se a bacia for de caixa acoplada, troque as vedações do sistema. Com um investimento de R$ 40,00 ou R$ 50,00, você poderá economizar R$ 400,00 ou R$ 500,00 a cada ano.
6 – Diminua o tempo do banho. Não é necessário mais do que 10 minutos debaixo do chuveiro. Tem gente que demora mais de meia hora. Banho reduzido, além de economizar água, economiza energia elétrica ou gás. É uma das economias mais significativas dessa tentativa de racionalização. Sem custo inicial nenhum, a poupança pode chegar a R$ 800,00 ou R$ 1000,00 anuais.
7 – Se você usa condicionadores de ar, em dias ensolarados de verão, feche suas cortinas e persianas para manter sua casa mais fresca, reduzindo assim seus custos de ar condicionado. Brincando, a economia chega a R$ 100,00 por ano.
8 – Nos dias mais quentes, diminua a regulagem do seu aquecedor central ou passe o seu chuveiro para o “morno”. O consumo de energia dos banhos será, no mínimo, trinta por cento mais baixo.

Nos dias quentes, colocar o chuveiro no morno ou verão.

9 – Os refrigeradores modernos são muito mais eficientes. Se o seu refrigerador for muito antigo, está na hora de pensar em uma troca. Em um ou dois anos você recupera o valor investido. Depois disso, vem o lucro. No meu caso, por exemplo, há dois anos comprei um refrigerador de R$ 1200,00 e minha conta de energia elétrica diminuiu R$ 80,00 por mês, somente por causa dessa troca. Recuperei, com a economia, meu capital em 15 meses.

Refrigeradores mais novos são muito mais eficientes.

Essas contas todas até podem parecer “surrealistas”. Entretanto, acredite! Elas estão muito próximas da realidade. Se você fizer uma experiência e colocar os valores na “ponta do lápis” verá que o lucro é evidente.
Se você não for controlado, o suficiente, para capitalizar as sobras e comprar um carro “zero” em 10 ou 12 anos, pelo menos notará que dá para comprar umas “besteirinhas” a mais, diariamente, com o mesmo salário.
Tente! Boa Sorte!

Artigos Recomendados:

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...