segunda-feira, 11 de junho de 2012

Tensão superficial. A “pele” da água.

Veja uma experiência que demonstra a Tensão superficial da água. É com se a água tivesse uma pele cobrindo sua superfície.


Tensão Superficial, a pele da água.
by Roberto M.
O que é tensão superficial? Por que ela ocorre?
Encha um copo com água quase até a borda. 
Depois, com o auxílio de um conta-gotas, vá adicionando água até encher o copo. 
Observe que, mesmo estando cheio, é possível acrescentar um pouco mais de água ao copo, formando uma superfície abaulada, convexa. 
É como se a água tivesse uma pele cobrindo sua superfície de contato com o ar e a impedindo de transbordar. Essa “pele” da água recebe o nome de tensão superficial.

Tensão superficial é um efeito físico que leva a superfície de um líquido a se comportar como uma membrana elástica.
Para entender a tensão superficial devemos entender que um líquido se constitui de moléculas.

Ao analisarmos as interações que uma molécula sofre no interior do líquido, concluímos que essa molécula recebe forças de atração e repulsão em todas as direções, de maneira que a resultante dessas forças seja praticamente nula.
Na superfície, a molécula do líquido sofre atrações apenas lateralmente e para o interior. Na parte superior não sofre qualquer atração de outras moléculas do líquido.
Dessa maneira, há, na superfície do fluido, forças não compensadas que minimizam a área da superfície.

Caso uma molécula superficial se eleve ligeiramente acima da superfície, as ligações moleculares entre ela e as moléculas adjacentes são esticadas e daí, aparece uma força contrária que puxa a molécula para a superfície novamente.
Essa força é parecida com uma membrana elástica de uma bexiga de aniversário cheia. É a esse fenômeno que chamamos tensão superficial.
É a ação da tensão superficial que faz com que as gotas tendam a ser esféricas na ocasião de sua formação, na procura de minimizar a área superficial da gota.

Moléculas da água se atraindo e formando a tensão superficial.

Experimente colocar água em um copo e jogar um pouco de talco sobre ela. Embora mais denso que a água, o talco não afunda, pois não consegue vencer a tensão superficial.
Se misturarmos detergente na água, a tensão superficial diminuirá, não aguentará o peso do talco que afundará.

Muitos insetos servem-se da tensão superficial para “passear” sobre a água. É o caso, por exemplo, da libélula, que paira sobre a água brilhando ao sol enquanto procura insetos para se alimentar.

Acompanhe essa experiência que mostra a tensão superficial da água:

video

Colocando a peneira cuidadosamente na superfície da água, ela flutuará mesmo sendo cheia de buracos.
A peneira flutua devido à tensão superficial da água, que age como uma “pele” e impede que a água passe pelos buracos.
Ao colocar um pedaço de lenço de papel, sobre a peneira, ele absorve a água, rompe a tensão superficial e a peneira afunda bruscamente.

Artigos Recomendados:


Um comentário:

  1. Adorei a experiência, sensacional.
    Abraços
    Nelsina Ventura

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...